Amplus de Viña Santa Ema

Amplus Santa Ema

Há alguns dias atrás comparecemos a um agradável jantar promovido pela importadora curitibana Vinoteca com o intuito de apresentar os rótulos da linha Amplus, produzidos pela vinícola chilena Santa Ema. O jantar harmonizado ocorreu no Vin Bistrô, contando com a presença de jornalistas e blogueiros.

A Santa Ema possui uma história muito parecida com a de outras vinícolas chilenas, iniciada pelas mãos de imigrantes europeus que aportaram no Novo Mundo em busca de terras para cultivo. No Chile chegaram inúmeras famílias espanholas e francesas com esse objetivo, no caso da Santa Ema a história é diferente, afinal os seus fundadores são de origem italiana. Tudo começou pelas mãos do piemontês Pedro Pavone, que após deixar a Itália comprou terras no ano de 1931 em Isla de Maipo (local onde se encontra a atual vinícola). O negócio de produzir vinho iniciou um pouco mais tarde, em 1951, quando Pedro Pavone e seu filho Felix começaram a engarrafar seu próprio vinho e não pararam mais. Atualmente contam com uma moderna vinícola e vinhedos próprios nos Vales de Maipo e Cachapoal, além de contratos com viticultores nos Vales de Casablanca e Leyda.

Os vinhos da linha Amplus usam uvas do Vale Cachapoal para os tintos e uvas do Vale de Leyda para os brancos, garantindo assim matéria-prima de qualidade para elaborar vinhos de perfil bem atual. O Amplus One Carmenère 2005 deve agradar aos fãs desta casta, bem focado nas notas de café torrado e tabaco. Já o Amplus Chardonnay 2007 revelou boa intensidade aromática e persistência, com aroma de frutas tropicais e fundo de baunilha. Gostamos particularmente do Carignan, do Cabernet Sauvignon e do Sauvignon Blanc:

Amplus Sauvignon Blanc 2007 – R$55

O vinho mais barato da linha Amplus mostrou uma boa relação qualidade/preço. Nariz agradável, com presença de frutas cítricas e certas notas minerais. Na boca tem estrutura mediana, deixa a desejar em acidez, mas mesmo assim convence com um bom final de boca. Um Sauvignon Blanc fácil de beber.

Amplus Cabernet Sauvignon 2005 – R$110

Ótimo Cabernet Sauvignon, gostoso e equilibrado, sem alguns traços óbvios dessa variedade no Chile. Aroma de frutas negras maduras, notas terrosas e carvalho bem integrado. Muito bom na boca, com taninos de excelente qualidade. Feito 100% com Cabernet Sauvignon da área de Peumo em Cachapoal. Maturado por 12 meses em barricas de carvalho francês (70% novas).

Amplus Carignan 2006 – R$110

A Carignan, esquecida por décadas no Chile, reapareceu com sucesso nos últimos tempos. As velhas vinhas de Carignan são as verdeiras  joias da viticultura chilena, com tratamento adequado por parte dos produtores, podem conceber vinhos muito interessantes. O Amplus é feito com uvas de vinhedos plantados há mais de 100 anos em Peumo, condição ideal para a Carignan mostrar suas virtudes. Aroma muito agradável e sutil, remetendo a frutas do bosque; notas florais, especiarias doces e toques do carvalho também aparecem. Na boca é cheio e harmonioso, com taninos de excelente qualidade e ótima acidez. Final de boca frutado, ligeiramente adocicado. Maturado por 18 meses em carvalho novo francês e americano.

  • Pingback: T.H. Carignan Undurraga 2009

  • Alexandrina

    Vou provar o Amplus, CS, amanhã. Só que da safra 2006.

  • Alexandre

    Para mim um SB que custe 55 reais tem que ser muito bom. Falta de acidez em SB é coisa séria.

    abs.