Wine dinner apresenta os vinhos da Bodega Montes Toscanini

Participamos na última quarta-feira (04/07) do Wine Dinner com o enólogo da Montes Toscanini. Esse foi o meu primeiro enoevento na era da lei seca. O jantar, que aconteceu no restaurante curitibano Le Réchaud, foi oferecido pela importadora Porto a Porto como forma de apresentar os lançamentos dessa bodega. Leonardo Montes Toscanini, proprietário e enólogo, falou de seus vinhos e das diferenças entre os uruguaios, argentinos e chilenos. O caso do Uruguai no cenário dos vinhos sul-americanos é bem interessante, uma vez que este pequeno país possui características distintas de seus vizinhos. Para início de conversa, o Uruguai ainda não passou por um boom de investimento de capital, ao contrário da Argentina e do Chile, onde grandes grupos imprimem o ritmo do negócio. No Uruguai as vinícolas ainda são familiares. Outra diferença fundamental é o clima, as safras uruguaias sofrem influência marítima, diferentemente da Argentina. O fato é que os vinhos uruguaios possuem uma personalidade própria (pelo menos por enquanto). O cenário do vinho uruguaio vem passando por um constante aprimoramento, que iniciou ao final da década de 70 com a progressiva eliminação das castas americanas e plantio de uvas vitiviníferas. Atualmente não existem uvas americanas no Uruguai e, acredite se quiser, podemos encontrar por lá bons vinhos de mesa por menos de R$5. Cenário bem diferente daquele que encontramos no Brasil. A Bodega Montes Toscanini representa muito bem a tradição uruguaia, uma vez que é administrada por três irmãos, pertencentes a quarta geração dessa família. Leonardo Montes, um cara consciente das qualidades dos vinhos que produz, é o responsável pela produção dos vinhos. Fez questão de destacar:

Nossos vinhos são elegantes e sutis; mais complexos que exuberantes. Tenho muito cuidado com a vinificação dos nossos vinhos top. A fermentação é feita a baixa temperatura e procuro não exagerar no uso da madeira de carvalho.

Concordo com a afirmação do Leonardo, os vinhos da Montes Toscanini apresentam um perfil discreto e equilibrado, muito adequado para a gastronomia. Algumas pessoas podem sentir falta daquela fruta intensa encontrada em quase todos os argentinos e em muitos chilenos. Por outro lado, fiquei encantado com qualidade fenólica; vinhos com boa estrutura, mas com taninos sedosos. Leonardo também comentou sobre seus projetos e deixou escapar seu interesse em vinificar a Pinot Noir:

Sim, já temos uma área plantada com essa uva, mas por enquanto ainda não temos um produto para colocar no mercado. A Pinot Noir produz um vinho muito interessante no Uruguai, principalmente quando misturada a Tannat.

Os vinhos da Bodega Montes Toscanini são uma ótima opção para o consumidor brasileiro, principalmente quando olhamos o fator preço. Dificilmente encontramos vinhos desse tipo na Argentina, no Chile é mais fácil, porém a relação qualidade / preço dos uruguaios é mais favorável. E comparado aos brasileiros? Bem… Os uruguaios são mais baratos. Vale ressaltar o excelente equilíbrio desses vinhos e a gradação alcoólica moderada. Tanto o Gran Tannat quanto o Corte Supremo possuem “apenas” 13%, diferentemente da maioria dos argentinos, que ultrapassam fácil a marca dos 14%.

Clique aqui para ver a cobertura online feita via Twitter

Reserva da Família Sauvignon Blanc – R$20

Gostei desse branco. É bem fresco, leve e com boa persistência. O nariz é agradável, com frutas tropicais e notas de ervas secas. Um grande achado pelo preço! Para comprar de caixa e consumir sem medo de ser feliz.

Elegido Reserva Rosé 2007 – R$24

Confesso que tenho um pé atrás com vinho rosé, simplesmente porque a grande maioria deles não é grande coisa. O Elegido Rosé não chega a empolgar, mas pelo menos tem um apelo direto, com aromas que lembram um moscatel. Vinho leve que deve agradar como aperitivo.

Reserva Familiar Cabernet Sauvignon 2006 – R$25

A uva Cabernet Sauvignon é sempre um hit que não sai de moda, por isso toda vinícola que se preze faz algum vinho com ela. O Reserva Familiar da Montes Toscanini é muito gostoso; leve e com boa intensidade aromática de frutas vermelhas e notas de caramelo. Não espere por um vinho complexo e potente, mas por maciez e bom equilíbrio. Excelente relação qualidade / preço.

Carlos Montes Cabernet-Tannat 2004 – R$42

Para quem prefere um vinho mais encorpado, o Carlos Montes Cabernet-Tannat pode ser uma escolha melhor que a do vinho acima. Ainda jovem, não revelou uma explosão aromática, porém pode evoluir bem graças aos taninos de boa qualidade.

Gran Tannat Premium 2003 – R$83

Falar em vinho uruguaio é falar na uva Tannat. É impressionante o resultado que essa uva atinge nesse país, faz vinhos ricos e bem equilibrados. O Gran Tannat tem bouquet muito fino, com boa complexidade. Na boca exibiu corpo generoso, com taninos de excelente qualidade. Delicioso agora, mas com certeza poderá evoluir bem.

Premium Corte Supremo 2004 – R$83

Um ótimo corte de tannat, cabernet sauvignon e merlot. O Premium Corte Supremo, apesar de ser mais jovem que o Gran Tannat, apresentou-se mais pronto. Esse vinho seduz pela textura sedosa, pelo bouquet agradável de frutas vermelhas e pelas notas de especiarias emprestadas do carvalho.

  • ALESSANDRA

    Gostaria de saber, qual a melhor safra do Tannat, no Uruguai?
    Obrigada

  • Renata

    Gostaria de saber a diferença do solo do Uruguai para Argentina, ja que o solo influencia muito na produção de um vinho.
    Obrigada desde ja

  • http://www.qvinho.com.br Jomar

    Caro Inagaki, agradecemos muito pela sua participação. Quando puder, apareça mais por aqui.

    Abraço!

  • http://www.pensarenlouquece.com Alexandre Inagaki

    Parabéns pela idéia e pela realização do blog. É bom encontrar um nicho específico sendo explorado de maneira tão eficiente, com bons textos escritos por especialistas na área. Foi uma grata surpresa conhecer este espaço. :)

  • http://www.qvinho.com.br Jackson

    Prezado Anderson, acesse o site da importadora http://www.portoaporto.com.br ou entre em contato pelo Tel.41 3018-7393, eles poderão informar melhor as lojas da sua cidade que vendem os vinhos da Montes Toscanini. Abs

  • Anderson Moraes

    gostaria de saber onde posso compraresses vinhos ?