On the Road 2009: viagem gastronômica ao Chile e Argentina

Viajar é sempre ótimo, mas retornar para casa traz um tipo de felicidade diferente, uma sensação de alívio e de dever cumprido. Foi assim que me senti ao final do primeiro QVinho On the Road, ao refletir sobre a fantástica experiência enogastronômica que vivenciamos. Planejamos um roteiro abrangente e completo, que pudesse revelar o atual cenário vinícola no Chile e na Argentina. Além disso, procuramos incluir o maior número possível de restaurantes, pois acreditamos que o vinho é sempre melhor com boa comida. Em 10 dias visitamos 4 bodegas no Chile e 6 na Argentina; em ordem cronológica: Santa Carolina, Viña Montes, Casa Lapostolle, Casa Silva, O.Fournier, Nieto Senetiner, Terrazas de los Andes, Mendel, Achaval Ferrer e Familia Cassone. Havíamos agendado também com a Nomade Wines, porém não pudemos conhecer as fincas dessa bodega devido a um contratempo com um dos seus diretores. Mesmo assim, recebemos alguns vinhos da Nomade para realizarmos uma prova. Conversamos com enólogos, agrônomos e chefs de cozinha; fizemos inúmeras degustações e comemos a melhor comida de cada local. Muita gente pode pensar que isso não é trabalho, porém o mundo do vinho tem dessas coisas. Não é fácil estar todo o tempo de antenas ligadas, fazendo anotações, fotografando, filmando e interrogando pessoas, muito embora seja um trabalho gratificante. Publicaremos uma série de posts, um para cada vinícola — de acordo com a cronologia da viagem — Além do review dos restaurantes e muitas dicas para quem pretende viajar ao Chile ou Argentina. Espero contar com a paciência dos leitores do QVinho pois temos muita coisa para escrever, sendo assim, os posts serão publicados ao longo das próximas semanas. Fiquem de olho! Para quem quiser matar a curiosidade, recomendo uma visita nas nossas páginas do Flickr. Já publicamos a maioria das fotos:

Fotos do QVinho On the Road 2009

* * *

Este post faz parte da série On the Road 2009. Clique aqui |+| para ler mais artigos sobre o Chile e a Argentina. Clique aqui |+| para ler sobre outras viagens dos editores.

  • Beatriz Coelho

    Amei todas as dicas, pois estou planejando visitar vinícolas no Chile e na Argentina, só que separadamente. Em quantos dias vcs fizeram este percursso? Quantos dias vcs aconselham para visitar em separado os países, contando em visitar apenas as vinícolas q vcs citaram? Muito obrigada.

  • http://www.mendozaholidays.com Cecilia

    Parabéns pelas caminhadas do Qvinho em Mendoza, descobrir o mundo do vinho e da gastronomia, é descobrir um mundo com qualidade de vida,Mendoza não deixa de assombrar a maneira em que a mão do homen mudou o deserto do centro-oeste argentino, virando paisagem no paraíso que Mendoza é hoje, com amplas calçadas arborizadas irrigadas pelas “acequias” (pequenos canais) que perfila a Mendoza como uma das cidades mais formosas da Argentina. Muitos brasileros visitan as vinícolas Zuccardi,Catena Zapata, Norton em nossos roteiros. Mendoza conseguiu um importante crescimento no que se refere ao turismo nos últimos anos. Que bom que vocês gostaram !!

  • http://www.recantodafenix.com Karla Nogueira

    Olá Jackson,

    vim parar aqui através do BlogBlogs e tive uma grata surpresa. Virei mais vezes.

    Com relação à viagem que fizeram, deve ter sido maravilhosa. Gosto muito de chilenos e argentinos, em especial, das uvas Carménère e Malbec.

    Das bodegas que citou, conheço pessoalmente apenas a Achaval Ferrer, que aliás foi uma visita interessante.

    Confesso que a minha primeira impressão não foi das melhores, seja pelo atendimento, seja pelo vinho. Sim, no primeiro instante foi um pouco decepcionante, pelas informações que tinha, esperava mais…

    Só depois, em uma outra viagem, durante um jantar, é que mudei a minha opinião sobre os vinhos da Achaval. Hoje, estão entre os meus prediletos.

    abraços

  • Janaina

    Olá Jackson e Jomar, estou me guiando pelo seu blog pois irei pra Mendoza em fevereiro. Muito boas as dicas! Queria saber se alugar um carro em Mendoza é tranquilo, para poder visitar as bodegas.
    Obrigada

  • Pingback: Restaurante 1884 Francis Mallmann em Mendoza

  • Pingback: A gastronomia no Chile

  • Pingback: Terrazas de los Andes

  • Pingback: Viña Casa Silva

  • Pingback: Casa Lapostolle - Clos Apalta

  • Pingback: QVinho completa seu segundo aniversário

  • Carlos

    Sobre vinícolas no Chile, estou indo em agosto para Santiago…depois vou emendar 7 dias de esqui em Valle Nevado….vou ficar dois dias em Santiago e gostaria de sugestões de vinícolas para visitar nesses dois dias….Muita gente me falou para ir na Concha Y toro, vale a pena? Outras já falaram que lá não vou ver vinhedo…mas eu queria ver vinhedo, aquela coisa da terra mesmo…..bem bucólica….abs…e parabéns pelo blog

  • http://www.qvinho.com.br Jackson

    Luis, depois de questionar um colega argentino recebi a informação que é possível utilizar a gasolina 85 octanas sem chumbo chilena e argentina nos nossos carros. Por outro lado, o que não funciona bem é a nossa gasolina nos carros deles.

    Marco Aurélio, Osvaldir, Federico, Luciana e Cal, muito obrigado pelos comentários. Estamos buscando cada vez mais trazer informações úteis e atualizadas dentro do universo vinhos e gastronomia. Que bom que vocês gostaram.

    Abraço

  • http://www.qvinho.com.br Jackson

    Luis, utilizamos carros alugados tanto no Chile quanto na Argentina. Não tenho conhecimento se a ausência de álcool na gasolina desses países afeta o desempenho quanto utilizado nos automóveis brasileiros. Em outra ocasião já viajei com o meu carro para Argentina e não tive problemas com a gasolina. Mas, talvez seja melhor você contatar os fabricantes, quem sabe eles possam esclarecer em termos técnicos se existe ou não problemas.

  • http://blig.ig.com.br/primeiramordida Cal Moreira

    Olá,
    Deu um pane no meu computador e não sei se meu comentário foi enviado. Por isso, vou repetir o que disse antes. Se vc já recebeu, me desculpe a duplicidade. Adoraria recebê-lo em meu blog Maça do Amor (blig.ig.com.br/primeiramordida). Apareça por lá e depois me diga o que achou.
    Um abraço
    Cal Moreira

  • http://blogs.abril.com.br/guloseima Luciana

    Fiquei encantada com essa viagem de vcs, puro sucesso! :D Parabéns! bjs

  • http://www.familiacassone.com.ar/ Federico Cassone

    Excelente visita la de Jomar y Jackson a la bodega. Fue un placer recibirlos y haber probado todos nuestos grandes vinos. Estan todos invitados!
    Saludos a todo Brasil. Grande!
    Federico Cassone
    Bodega Familia Cassone

  • Osvaldir Francisco Castro

    Show de bola! Estou programando um roteiro só na Argentina e as informações me serão muito úteis. As fotos estão magnificas.

  • Luis Claudio Dias dos Santos

    A pergunta não é sobre vinho, desculpe, mas sobre gsaolina.

    Você saiu de carro do Brasil? Caso positivo como fez para abastecer, dado que a gasolina argentina e chilena não tem álcool ,e não deve ser usada em carros nacionais, salvo o Siena Tetrafuel.

  • MARCO AURELIO

    PARABENS POR ESSE BLOG. É MUITO BOM ! AGUARDO AS AVALIAÇOES DESSA DEGUSTAÇOES QUE PELAS FOTOS NO FLICKR SAO SHOW DE BOLA!! E , ALIAS CARO JOMAR ! COMO POSSO FAZER UMA VIAGEM DESSA E NESSAS BODEGAS , QUE SAO MUITO BOAS ??? gRATO . MARCO.

  • Eloise

    Será o maior prazer ler todos os artigos sobre esta fantástica viagem. Eu, particularmente, acho que esse tipo de atividade não é um trabalho, mas sim um ótimo trabalho!!!Uma profissão nobre e somente para aqueles que tem o dom de sentir, de prever, de planejar e de profissionalizar aquilo que muitos chamam de “vida boa”.Esses caras definitivamente são vocês!!! Um belo trabalho no Chile e Argentina. Para nós que ficamos aqui só lendo, vendo foto e até esperando a volta, fica aquela pequena (leia-se grande) vontade de estar junto e acompanhar tudo de pertinho. Quem é que não queria se aventurar num mundo repleto de experiências e conhecimento e ao mesmo tempo ter o privilégio de conhecer lugares diferentes, saborear comidas diferentes, degustar vinhos diferentes? Um trabalho…um de caminho sem volta…
    Descobrir o mundo do vinho e da gastronomia, é descobrir um mundo com qualidade de vida, ensinar pessoas a descobrirem esse mundo é como ensiná-las a viver! (palavras do diretor Gilmar – CEVM).
    Parabéns por essa e pelas novas caminhadas do Qvinho, certamente caminhadas de muito sucesso e muito, muito trabalho!!!
    Obs.: Adorei as fotos!
    Abraços,
    Eloise