Receita: Meca Marinado (Pesce Spada in Salmoriglio)

Prato de Meca Marinado, também conhecido como espadarte ou peixe espada

O frio já chegou com tudo aqui no Sul do Brasil, mesmo assim, preciso passar essa última receita de peixe. Depois disso, prometo trazer receitas mais apropriadas ao clima de inverno. A verdade é que gosto muito de peixe, por isso nunca perco a oportunidade de saborear um bom prato, principalmente se for preparado na brasa. É curioso observar que no Brasil, apesar da imensa costa e da grande variedade de peixes, acabamos consumindo sempre as mesmas coisas. Basta fazer uma busca na internet, logo você perceberá que o Salmão, o Linguado e o Congrio são hits que nunca despencam do topo das paradas. Não tenho nada contra eles, mas já estou farto das insossas variações de peixe à Belle Meunière (geralmente escrito errado nos cardápios e nos sites de receitas).

Quanta falta de criatividade! Prefiro apostar na Anchova e no Robalo e, quando consigo encontrar, na Garoupa, no Namorado e no Dourado do Mar. Peixes, na minha opinião, muito mais saborosos que a trinca de sucesso, que lamentavelmente encontramos como ‘opção nobre’ em restaurantes de norte a sul do nosso país.

Se o leitor também estiver farto dessa mesmice, temos a solução: trate de visitar o mercado de peixe mais próximo da sua casa, investigue quais peixes são encontrados e a época em que são pescados. Depois é só procurar por boas receitas, como esta que o QVinho selecionou.

O Meca ou Espadarte — vulgarmente chamado de peixe espada — é um animal de grande porte (atinge 4m), geralmente transita por águas profundas, eventualmente pode se aproximar da costa. Aqui no Brasil é encontrado principalmente no litoral Sul e Sudeste, sendo alvo e objeto de comércio para o mercado pesqueiro de exportação. Não é muito fácil de encontrar, também não é barato, mas vale cada centavo! A carne do Meca é muito saborosa, de textura macia e consistente, perfeita para ser grelhada. Muitos peixes ficam ótimos grelhados na brasa, talvez o Atum seja um forte “concorrente”, mas o Meca é especial. Existe toda uma tradição na pesca desse peixe, em lugares como a Calábria e Sicília, o Pisci Spada é venerado e admirado.

Os astutos pescadores calabreses caçam os animais adultos, que costumam aparecer aos pares, preferindo arpoar primeiro a fêmea. Como o macho não se afasta do seu lado, torna-se uma segunda presa fácil. O cantor italiano Domenico Modugno compôs uma canção em homenagem à fidelidade do espadarte para com a sua companheira ferida.

Todos os pescadores do estreito de Messina conhecem a comovente Canzone del pesce spada (bela música em dialeto siciliano):

Domenico Modugno – U’Pisci Spada.mp3

Quem for a Itália em julho, poderá ir até Bagnara Calabra presenciar a festa do espadarte.

Coletei algumas imagens e vídeos do Meca: veja no meu Stumble

Receita e ingredientes para Meca Marinado (4 pessoas)

  • 4 postas de Meca com pelo menos 2 cm de espessura — a parte da cauda é considerada a melhor, além de serem quase redondas;
  • Azeite de oliva extra-virgem;
  • Suco de 1 limão siciliano com um pouco da raspa da casca;
  • Orégano;
  • 1 ramo de salsinha;
  • 1 dente de alho;
  • 1 colher de sopa de alcaparras picadas;
  • Sal e pimenta do reino.

Preparo:

Prepare uma marinada, misturando o azeite, o sumo do limão siciliano, orégano, salsinha, alho picado e a pimenta. Junte as alcaparras picadas e a raspa do limão. Passe sal em ambos os lados das postas, depois em uma travessa, despeje a marinada por cima do peixe. Agora é o momento de fazer o fogo (enquanto isso, o peixe fica marinando), que deve ser semelhante ao de um churrasco para picanha fatiada ou bife de chorizo. O segredo é que o peixe deve ser grelhado em fogo mais alto, fazendo com que a carne sele mais rapidamente, retendo a suculência. As postas da foto assaram em 20 minutos (10 para cada lado). Agora é só colocar o peixe na grelha e ir regando com um pouco da marinada, quando ele começar a chamuscar, vire a posta e fique de olho para não deixar passar do ponto.

Vinho recomendado: Branco robusto e sem madeira, como o Esporão Verdelho 2006

O Meca Marinado vai bem com vários tipos de vinho branco, principalmente aqueles mais encorpados e sem muito contato com o carvalho. Um Sauvignon Blanc é certamente uma boa opção, uma vez que podemos encontrar muitas alternativas do Chile a um custo bastante favorável. Porém, para este prato escolhi o Esporão Verdelho 2006 (R$47), um branco português com razoável intensidade aromática, lembrando citrinos, florais e toques de frutas tropicais. Esse Verdelho deixa transparecer o álcool, além de não ter uma acidez verdadeiramente marcante, contudo isso não é um problema com esse prato.

  • Joao Marcos – Bacco.

    Muito boa receita. Parabens.
    Aproitei as dicas da marinada, mas fiz no forno eletrico em cubos em espetinhos de inox, intercalados com petalas de cebola. De entrada espetos de camarao rosa graudo sendo que no fundo da forma que sustentava os espetos, coloquei duas pernas de polvo ja cozidas. O sabor final ficou indescritivel, com todos os temperos regados com um calice de vinho branco.
    Bacco.

  • http://UOL Sergio Paternez

    Preparei o Meca hoje pela quinta vez desde que conheci a receita. Moro numa pequena cidade do interior de São Paulo e a dificuldade para adquiri-lo é muito grande. Isso, ao invés de aborrecer, valoriza ainda mais o prato. Nosso “amante dos mares” nunca decepciona : variei um pouco a receita, aboli orégano, salsinha e alho, usei pimenta vermelha (dedo de moça) picada bem pequena. Preparei um “vinagretão” (vinagrete com pedaços maiores de tomate e cebola) e um purê de mandioquinhas que, juntos com o arroz branco, completaram a refeição. O peixe é realmente divino, não dá para descrever. Gostei mais desta receita com menos tempero, o sabor do Meca dominou por completo e…pena que não sobrou para o jantar !

  • Fernanda

    Hoje irei preparar essa receita.. que pelo visto é excelente não vejo a hora de saborear.
    Depois volto aqui pra contar o resultado.

    :)

  • Fernando

    Preparei MECA para a minha esposa (na época era pretendente), Deu resultado! Ela veio de Porto Alegre para Santos, e eu, que nem sabia cozinhar, preparei a MECA na chapa de ferro com o mesmo tempero da receita do site. O Arroz fiz bem branquinho, com alcaparras. Ficou jóia! E depois, casamos!

  • Márcia

    Em Natal comi meca na brasa, nossa era de comer rezando de tão bom. Lá esse peixe é indicado por todos.
    Vale a pena experimentar.

  • cassio

    meca um peixe saboroso p/grelhar, procure receitas de meca santista, uma especialidade da terra. vale apena

  • Regina

    Gosto muito do sabor da meca, mas depois de ler a estória em que se arpoa a femea e o macho fica ao seu lado e consequentemente também é apanhado fiquei comovida…

  • Salvador Benevides

    Assim como o bacalhau, o espadarte e um peixe ameaçado, já quase dizimado na costa do pacifico e dos EUA, pela pesca comercial, possivelmente a beira do mesmo no Mediterraneo apesar dessa poetica defesa italiana. É exportado para abastecer esses mercados irresponsaveis. Chamado Meca aqui possivelmente para disfarçar o nome real. Agora é a vez dos brasileiros dizimarem o peixe por aqui.

  • maria

    da pra preparar na frigideira?

  • Pingback: Receita: Atum grelhado ao molho de ervas

  • Duarte

    Realmente um dos melhores peixes para grelhar que ja provei ate hoje, é maravilhoso.
    Em Itajai, (SC), no meracado publico municipal é vendido a R$ 12 ou 13 reais o Kgm e é encontrado quaze que todos os dias.
    Um abraço a todos e bom apetite.

  • http://www.qvinho.com.br Jackson

    Julio, a receita tem tudo para você gostar. Depois que você fizer conta pra gente.

    Maravilha Sergio!! Também já fiz com o Atum e ficou ótima. Vou experimentar a sua dica dos molhos e na próxima vou incluir a lagosta.

    Abração

  • http://UOL Sergio Paternez

    Parabéns e obrigado pela receita/dica. Fiz o peixe exatamente como você indicou e você tem razão : é imbatível ! Um segredo : usei o mesmo preparo para atum e…lagosta ! Grelhei na chapa e ficou sensacional. Só não pode regar com a marinada, é preferível fazer 1 ou 2 molhos à parte e, após fatiar, colocar sobre a lagosta. Quanto ao atum, perdeu para o Meca, mas não foi por goleada. Grande abraço.

  • Julio Cesar

    Ja comi o Meca varias vezes, mas ensopado ou frito. Nunca grelhado. Comprei em Itajaí, SC. Sou de Cascavel -PR Vou fazer ele amanhã. Depois lhes digo, mas pelo que conheço deste peixe , deve ficar maravilhoso, principalmente com um bom vinho branco.

  • Pingback: Receita de Bacalhau cremoso com purê de batatas

  • Ivan Svenson

    Aqui em João Pessoa é fácil de encontra o Meca , de todo jeito ele é muito gostoso, mas eu prefiro na brasa , o preparo com um pouco de sal grosso enquanto preparo o fogo acompanhado com uma lata de cerveja, em seguida eu passo uma manteiga derretida com um pouco de orégano, com um pincel, para não grudar na grelha e ele não perder a água que ele conter para não ficar muito seco, deixa assar primeiro um lado e só depois eu viro e pronto , fica muito bom e suculento.
    Um grande abraço em todos

  • http://www.qvinho.com.br Jackson

    Olá Letícia,

    Sou suspeito para falar, já que adoro um Meca grelhado. Geralmente compro as postas de Atum e Meca no Mercado do Peixe de Itajaí(SC). O horário de funcionamento é: de segunda a sexta-feira das 7h às 18h e sábado das 7h às 15h. Se você estiver passando por essa região, aproveite!

    Grande abraço

  • leticia

    O Meca é delicioso!
    Experimentei a primeira vez quando era criança e nunca esqueci do sabor ( como espetinho na churrasqueira). Como sempre quando vou a São Paulo, aqui em Santa Catarina ainda não encontrei, gostaria de saber onde tem!

  • CLAUDIO R. DE FREITAS

    Ja comi em varias oportunidades o peixe meca mas como churrasco
    Uma delicia, gostaria de compra in-natura – não sei aonde ja procurei no litoral não encontrei se puderem me ajudar ficarei muito grato.

  • Lydia Monteiro

    Eu já havian experimentado o meca,e levei o meu marido juntamente com uma amiga para ter esse encontro gastronomico.Felizmente ele aprovou(minha amiga já havia aprovado).Realmente é uma delícia.Lydia

  • Adilson monteiro

    Gente,somente hoje,21/01/2009 tive a grata supresa de saborear o meca grelhado,acompanhado de arroz com brócolis e batatas coradas.Uma delícia!E logo eu que pensava conhecer todos os tipós de peixes…Recomendo a todos,não tem como se arrepender.Adilson

  • John Robert

    Na festa de Ano Novo 2009, preparei 8 (OITO) kilos de MECA na brasa, vindas diretamente do mercado de preixe de Santos. Estava otima…

  • edmilson

    adorei picanha de espadarte na braza temperei com sal grosso alho 1 cabeça para 2kg meca furei a carne botei alho sal grosso dei um banho c/ maonese embrolei c/ papel aluminio de pois sò escutava hum daqui hum da li

  • ALICIO ANTONIO VIVIAM

    já provei esta receita, muito boa, quanto a comprar o peixe, encontrei em Santos, ao lado da balsa, para o guaruja-sp.,]]
    abraços, alicio

  • alberto

    Realmente a fidelidade do macho tocou-me tanto que, eu estou constantemente ao lado desta receita, aqui em casa.

  • http://www.qvinho.com.br Jackson

    Olá Paola,

    Não, apesar de ser um peixe muito grande (pode atingir mais de 4 metros) o Meca ou Espadarte não tem nada a ver com o tubarão. Abs

  • PAola

    A meca é alguma espécie de tubarão? “mini tubarão”

  • Kathelyn

    Tive o imenso prazer em degustar essa iguaria…adorei….
    e intuitivamente acompanhei com o vinho branco sugerido na materia….Fantastica combinação…
    Ancora, ma che belissima storia del pesce spada.´…

  • http://www.qvinho.com.br Jomar

    Caro Cláudio, concordo com você, por isso usei o termo “vulgarmente”. Talvez fique melhor como “indevidamente”, uma vez que o peixe espada não tem nada a ver com o espadarte.

    • http://mestrecucafifa.spaces.live.com/blog/ Filipe Dias

      Caro Jomar, assim que li tuas linhas: O frio já chegou com tudo aqui no sul do Brasil…não acreditei, parecia eu falando. Como assino uma coluna de culinária aqui, bem no sul do Brasil, na cidade do Rio Grande, cheguei a pensar que terias plagiado as minhas palavras, pois vivo dizendo exatamente o que escreveste, aliás, muito cheio de propriedade. Meus parabéns, pois admiro pessoas como tu, que dizem o que pensam, principalmente quando estão cobertas de razão.
      Grande abraço do Filipe Dias.
      Dá uma olhada na minha coluna “Beco do Gourmet” em http://www.jornalagora.com.br, caderno Mulher. Brevemente será publicada em cores nas quintas, em vez de nos sábados, em preto e branco, na contra-capa do caderno Feliz Idade,
      Grande abraço do Filipe Dias

  • claudio pimentel

    Não concordo com a nominação do peixe em português:Meca ou espadarte-
    VULGAEMRNTE CHAMADO PEIXE ESPADA.
    Em português peixe espada é um peixe muito diferente.
    Cheguei há dias do brasil onde comi um MECA-espadarte- excelente.
    Cumprimentos
    Claudio Pimentel

  • http://www.qvinho.com.br Jomar

    Olá Fernando!

    Coincidentemente, ontem também almocei Meca, mas em um restaurante de Itajaí. Mas essa receita do sul da Itália é a melhor, por isso comprei 4Kg desse peixe para fazer em casa. O Tambaqui também é um peixe nobre que fica ótimo na brasa. Vou pesquisar uma boa receita amazônica. Abs!

  • Fernando H.

    Olá!
    MEU DEUS DO CÉU….Fiz ontem no almoço…ficou MARAVILHOSO!! Segui a receita e o sabor realmente é uma coisa de outro mundo!
    Me diga uma coisa, encomendei nessa peixaria um TAMBAQUI de uns 3 a 4Kg…tb tenho a intenção de fazer na brasa…comi uma vez e adorei, mas faz muito tempo…Vc tem alguma receita boa desse peixe ou alguma dica especial para fazê-lo?
    Agradeço a atenção!
    Abraço,
    Fernando

  • http://www.qvinho.com.br Jomar

    Olá Fernando! Acabo de voltar de Itajaí. Comprei 4Kg de Meca e pretendo grelhar no final de semana. Você não irá se arrepender, esse peixe é delicioso na brasa.
    http://www.flickr.com/photos/jomar_brustolin/2668697266/

  • http://Google Fernando H.

    Coincidências….hoje por acaso comprei postas de Meca sem conhecer o peixe…por recomendação do “peixeiro”…por ser bom exatamente grelhado…e por “coincidência” já conhecia o peixe espada (comi na Itália uma vez), mas não sabia ser a mesma coisa que Meca…Vou testar a receita amanhã no almoço!! OBS: Comprei o peixe no Ceasa de SP, paguei R$22,00 o Kilo.

  • http://www.qvinho.com.br Jackson

    Caro Fernando, esse Meca eu comprei no Mercado do Peixe de Itajaí, em Santa Catarina. Mas, como o Messias comentou não deve ser difícil encontrar pelos nossos bons mercados de peixe pelo Brasil.

  • Messias Regilio

    No estado do Rio não é difícil de achar nos mercados o peixe espada, como aqui é chamado, especialmente em Macaé e Cabo Frio…

  • Fernando

    Só uma curiosidade, onde vocês compraram esse peixe??

  • Messias Regilio

    Peixe grelhado é o muito bom mesmo, e este espada que sempre desprezei no mercado vai ser minha próxima experiência culinária.

    Agora, fiquei grilado, não grelhado, com a harmonia do marinado com o vinho, já que leva limão, incluindo a raspa da casca….

    Um abraço

  • soninha

    Deve ser uma delícia! Um prato com esse visual… hummmmmm já deu fome logo cedo. Curiosa essa história do peixe espada e o mais interessante é essa dedicação do macho. Até a próxima pessoal!

  • http://www.interney.net/blogs/guloseima Luciana

    E viva o pesce spada! E Domenico Modugno! Outro dia lembrei do QVinho, fiz um fondue clássico e usei suas recomendações de vinho, sucesso! Ainda quero colocar um banner no Guloseima, eu e minha memória, viu! :) Vamos nos falando! bjs

  • Cristina

    Bem legal essa música hein?! Qvinho…o máximo de cultura! Parabéns pelas novidades

  • Eloise

    Como já tive a oportunidade de saborear, embora um pedaço bem pequeno que me deixou com água na boca, posso afirmar que o meca marinado e grelhado é uma delícia…Os fãs de peixes grelhados não podem deixar de preparar esta receita, pois é um verdadeiro espetáculo!
    Eu, há pouco tempo só comia linguado e pescada branca e ainda por cima fritos…Não que não sejam bons, mas um peixe grelhado é mil vezes melhor e mais saudável. Quanto ao robalo…minha sogra prepara um robalo pizza no forno que também é uma maravilha.
    Adoro quando o qvinho, além das excelentes dicas de vinhos, publica receitas saborosas como esta!!! continuem trazendo mais novidades para nós leitores e apreciadores do blog! Abraços

  • http://www.manalais.com.br/blog Jemon

    Ainda não provei o Meca, mas o Atum feito na grelha fica ótimo!