Receita: Salada de Bacalhau (Punheta)

Quando penso em receitas mais adequadas para os dias de verão, e em especial para os almoços, dois fatores são preponderantes para a escolha do prato: primeiramente a leveza e frescor dos ingredientes; seguido por um item tão ou mais importante, a possibilidade de harmonização preferencialmente com vinhos brancos e rosés. De que adianta um prato ser saboroso, rico em molhos sofisticados, mas que por outro lado demanda vinhos tintos encorpados e bombadões. Sinceramente, o prato pode ser ótimo, o restaurante também, porém o quesito harmonia fica prejudicado.

Salada de Bacalhau

Salada de Bacalhau

Para esses dias quentes selecionei essa receita portuguesa de salada de bacalhau cru, também conhecida como Punheta de Bacalhau. Se o nome pode soar estranho para nós brasileiros, o sabor dispensa comentários maldosos e é digno de elogios. Além de muito fresca é supersaudável. Fritura ou gorduras saturadas? Longe disso! Apenas bacalhau cru e ingredientes de qualidade. Dispensa cozimento e é muito simples de preparar. Um aperitivo perfeito para o final de ano.

Receita e ingredientes para a Salada de Bacalhau (6 ou mais pessoas):

  • 1kg de bacalhau;
  • 50g de azeitonas pretas portuguesas;
  • 2 cebolas médias;
  • 1 cabeça de alho;
  • 1/2 litro de azeite extravirgem;
  • 3 Pimentas Dedo-de-Moça;
  • Orégano (fresco);

Modo de preparo:

Primeiramente dessalgue o bacalhau deixando-o de molho em água na geladeira por 24 horas (trocando de tempo em tempo a água). No dia seguinte, quando o bacalhau já estiver dessalgado, desfie bem as postas e adicione tudo em cima de um pano de prato e, aos poucos, torça para sair toda a água. Depois prepare os temperos; inicialmente pique as cebolas e coloque-as de molho na água morna por 1/2 hora; em seguida escorra e reserve. Fatie o alho e doure na frigideira com um pouco de azeite; reserve e deixe secar (assim ele fica mais crocante). Por fim corte a azeitonas e as pimentas, picando finamente estas últimas (não esqueça de tirar as sementes). Algumas pessoas recomendam a pimenta preta, mas com a dedo-de-moça fica fantástico. Coloque o bacalhau em um pirex, regue com o azeite extravirgem e adicione as cebolas, o alho, as azeitonas, as pimentas e o orégano fresco a gosto. Misture tudo muito bem e deixe descansar por pelo menos 3 horas, assim o bacalhau terá tempo para absorver o azeite e o sabor dos temperos. Sirva com fatias de pão italiano como uma entrada ou acompanhando um prato quente.

Vinho recomendado: Casa Valduga Espumante 130 anos

Valduga 130 anosApesar de fresca e leve, não se enganem, essa salada é marcada pelo sabor pungente do bacalhau e pelo toque picante da pimenta. Por isso, vinhos tintos leves com boa acidez sempre são alternativas interessantes. Nessa categoria podemos optar por um Vinho Verde Tinto (Vinhão), um Pinot Noir ou mesmo um Pinotage. Porém como já recomendei tintos e rosés nas receitas passadas de bacalhau, agora gostaria de propor uma combinação com espumante. Nessa briga o borbulhante sairá perdendo, mas a ideia é essa, limpar o paladar e dar uma refrescância na combinação. A dica é escolher um espumante um pouco mais encorpado, para que a harmonização não fique desequilibrada demais. Dentre os nacionais o Casa Valduga 130 anos consegue aliar boa qualidade a um preço justo. Esse espumante produzido a partir do método champenoise possui um perlage razoável, com um bouquet de intensidade média, remetendo à frutas secas, cevada e notas de fermento. Na boca possui boa presença graças a sua acidez e persistência.

Muito Bom

Espumante de boa estrutura com bouquet que remete ao contato prolongado de 48 meses com as leveduras, muito versátil para acompanhar refeições.

Grad. Alcoólica: 13%
Preço: R$55

  • Fernando Fernandes

    Já presencei quase briga quando um cliente em restaurante, culinária típica portuguesa, pediu punheta de bacalhau.
    Por desconhecer este prato, um cidadão pensou em pornografia.

  • Carlos Couto

    Como filho de portugueses já comi essa iguaria e também a fiz muitas vezes, mas vou colocar uma adendo, a receita é muito simples e por isso mesmo depende de produtos de alta qualidade, sendo o bacalhau o principal deles, portanto lamento pelo Alberto que cometeu o sacrilégio de colocar um bacalhau sithe.

    Nem como experiência vale, sithe não uso nem em bolinhos.

    Acompanhe com um bom vinho verde tradicional de qualidade e azeite extra virgem. Outra coisa, essas coisas de pimenta, pimentão etc não fazem parte desse prato, invenções a parte por favor.

    Um outro fator que altera sobremaneira o sabor, o bacalhau não é desfiado, desmancha-se em lascas graúdas, isso não é bolinho ou aquela pobreza chamada salpicão ( aquela mistureba que chamam de comida e que leva até batata palha, Deus me perdoe )

    Desculpem as brincadeiras mas é assim, o simples é perfeito, ingredientes a mais detona a iguaria.

    Lascas de bacalhau Gadus Mohua (graúdo) + Cebolas em rodelas + Azeitonas pretas portuguesas + 1 mísero dente de alho cru picadinho + pouco vinagre + Azeite bom a rodo.

    Acompanhamento nada de torradinhas isso pra fresco, o correto é pão cortado na mão que vc molha no azeite, pão de qualidade , fresco e crocante já que não temos a broa feita em casa da santa terrinha.

    Abs,
    espero ter contribuído

    • http://www.qvinho.com.br Jackson

      Carlos, concordo com você, os ingrediente de qualidade fazem toda a diferença, e bacalhau tem que ser Gadus Mohua. Obrigado pela contribuição!

    • André

      Carlos , parabéns pelos comentários … Como um bom filho de português , me acostumei com este tipico prato e sua descrição era exatamente como meu pai fazia . Hoje herdei a tradição e faço em casa . Forte abraço

  • MARIA ELIETE

    DEVE SER TUDO DE BOM VOU FAZER DEPOIS DOU MINHA NOTA.

  • iolanda rodrigues pereira

    Esta receita é fantastica! aqui em minha cidade os amigos imploram para que seja feita em nossas reuniões, só prefiro salsa no lugar do coentro, e assino embaixo da escolha do espumante casa valduga 130 anos.

  • suelen

    vou testar nesta sexta depois eu comento,mas tenho certeza que vai ficar muito bom

  • Alberto

    Jacson. Procurava essa receita a muito tempo!!!!
    Fiz um teste com bacalhou sithe e usei pimenta biquinho. Precisei adaptar um pouco a receita, mas ficou muito bom.

  • Antonio Rodriguez

    Jackson, Parabéns. mas há um permenor importante neste prato
    de salada de bacalhau ( Punheta)
    deve ser comido ao nascer do dia em espaço aberto ligado á natureza, acompanhado do respectivo vinho branco seco bem fresco, mas vinho português. para os amantes da natureza, façam esta experiência, e depois digam-me alguma coisa.

  • Marcos Melosi

    Muito bom, essa era a receita q eu procurava.

  • Pedro Jr.

    vou preparar, bacalhau é sempre bom e este pareçe divino!!!!!!
    Se acrescentar ovos cozidos e azeitonas\pretas ao prato como fica?
    E um coseta tardia( norton ou la consulta) ?

    • http://paneladomora.blogspot.com mora

      colheita tardia é vinho para sobremesa! o espumante recomenda na receita já é algo bastante ousado.

  • http://www.qvinho.com.br Jackson

    Isso mesmo Waldir, o bacalhau é cru, sem fritura ou pré-cozimento. Depois de extrair bem o sal e água o bacalhau irá absorver o azeite.

  • Waldir Frazão

    Pelo que li o bacalhau não leva nenhum tipo de cozimento ou fritura. É isso mesmo ?

  • Antonio

    Valeu! Vou testar e depois comento!
    Abraço!

  • Antônio Krieger

    Quantas cebolas?!

    Obrigado!

    • http://www.qvinho.com.br Jackson

      Opa, é verdade. Pode usar umas 2 cebolas médias.

      Abraço

  • Kaiser Soze

    Nome estranho! Vou testar aqui em casa pois tudo o que o Qvinho publica e bom….