Receita: Torta de castanha e frutas vermelhas

Há pelo menos duas semanas estava matutando com meus botões, qual receita publicar neste final de ano? E, para começar, resolvi consultar as estatísticas de QVinho para descobrir os posts de maior sucesso nessa época. Não foi surpresa encontrar blockbusters como o Bolo de Chocolate com Morango, a delicada Torta de Frutas do Bosque, a Moqueca de Peixe, até as clássicas e versáteis receitas de Bacalhau. Ou seja, de modo geral, o interesse dos leitores ficou bem distribuído entre salgados e doces, o que é muito bom. A partir daí fui buscar alguns insights em cadernos de receitas e livros. Foi quando abri um livro e dei logo de cara com a receita da Cantina La Contea, e então me lembrei de uma das clássicas sobremesas que provei na região do Langhe, a Torta de Nocciola com Zabaione. Pronto, a partir dessa inspiração não foi difícil chegar nessa simples e deliciosa torta de castanha-do-pará. Ao invés de um creme de zabaione para acompanhar, uma refrescante sopa fria de frutas da estação como framboesa, amora, morango e mirtilo. Uma sobremesa perfeita para quem aprecia doces com menos açúcar.

Receita e ingredientes para a Torta de Castanha-do-Pará:

Para a massa

  • 100g de margarina;
  • 120g de açúcar;
  • 250g de trigo;
  • 1 ovo (inteiro);
  • 1 gema;
  • 2 colheres (chá) de fermento.

Para a cobertura

  • 2 claras;
  • Suco de 1/2 limão;
  • 1 xícara de açúcar;
  • 1 xícara de Castanhas-do-pará picadas.

Misture os ingredientes até obter uma massa homogênea, que não grude nas mãos. Para obter uma massa não muito grossa e levemente crocante utilize duas formas. Primeiramente unte as formas com manteiga e ajuste a massa. Ao mesmo tempo, para preparar a cobertura, bata duas claras em neve com 1/2 xícara de de açúcar e suco de limão. Espalhe as claras sobre as massas e, em seguida, o conteúdo de 1 xícara de Castanhas-do-pará picadas e misturadas com 1/2 xícara de açúcar. Leve ao forno por aproximadamente 30 minutos.

Receita e ingredientes da sopa fria de frutas vermelhas:

  • 1 caixa de morangos;
  • 1 caixinha de mirtilos;
  • 2 1/2 xícara de framboesas;
  • 1 1/2 xícara de amoras;
  • 1 colher (sopa) de mel;
  • 4 colheres (sopa) de açúcar;
  • Raspas da casca de 1 laranja;
  • Suco de 1 laranja;
  • Suco de 1/2 limão;
  • 1 1/2 xícara de creme de leite fresco (nata);
  • 1/4 de xícara de iogurte desnatado.

Primeiramente separe algumas frutas para decorar os pratos. No liquidificador, bata as frutas com o mel, o açúcar, as raspas de laranja, os sucos de laranja e limão. Depois acrescente o creme de leite fresco e o iogurte e bata até que a mistura fique bem homogênea e consistente. Em seguida leve a geladeira por pelo menos 1 hora. Para acompanhar a sobremesa bata um pote de nata (200ml) em chantilly, e sirva os pedaços da torta com generosas colheres da sopa de frutas vermelhas e uma porção de chantilly.

Vinho recomendado: branco doce como o Nederburg Noble Late Harvest 2008 (R$60 – 375ml)

Ao contrário de muitas sobremesas enjoadas demais, essa torta de castanha tem uma uma doçura leve e bem equilibrada pela acidez da sopa de frutas do bosque, o que facilita a harmonização com vinhos fortificados como Madeira ou brancos doce. Uma boa alternativa aos Sauternes – onde uma garrafa de 500ml não sai por menos de R$90 – é recorrer ao rótulo sul-africano Nederburg Noble Late Harvest. A Nederburg é uma renomada e tradicional vinícola de Paarl que produz esse delicioso branco doce com uvas de colheita tardia de Chenin Blanc (60%), Weisser Riesling (27%) e Muscat (13%). Belíssima cor dourada e nariz intenso de frutas secas, mel e um toque especiado. Na boca apresentou uma estrutura robusta e doçura elevada, mas ao mesmo tempo equilibrada pela sua boa acidez. Sem dúvida um vinho poderoso, de grande personalidade, muito indicado para pratos salgados de sabor marcante como Foie Gras e queijos azuis como Roquefort.


Grad. Alcoólica: 11,5%
Preço: R$ 60
Importadora: Porto a Porto

  • Lilian Sanches

    Eu fiz a receita e ficou espetacular. Para mim, que não sou amante de doces, foi a melhor das escolhas, pois gosto de sabores suaves na sobremesa. É uma pena não ter encontrado o vinho indicado por vocês aqui na minha cidade (Sorocaba/SP). Obrigada pela dica! Abraços.

  • Caio

    Poxa, deu água na boca aqui, um amigo meu de culinária do IESB me falou agora a pouco que tinha visto a receita da torta no seu blog e que estava show, deu até água na boca. Uma pena ficar cara, mas bem que vcs poderiam oferecer degustação e me chamar hehe… Ficaria grato. Parabéns pela receita.