Cabana Cachaça: autêntico produto brasileiro?

Cabana Cachaça

Não falta gente astuta neste mundo. A última de uns espertalhões americanos foi lançar uma “interessante” campanha publicitária para uma marca de pinga chamada Cabana Cachaça ($15). Bom, até aí nada de mais. Um dos problemas, porém, está exatamente em como os caras estão trabalhando essa campanha. Primeiro, o clichê escolhido pela agência novaiorquina Avrett Free Ginsberg é um velho conhecido para divulgar a imagem do Brasil no exterior. Até porque as alternativas são limitadas: futebol, carnaval ou mulher. A opção, desta vez, foi pela “beleza e sensualidade da mulher brasileira”. Aliás, bota sexualidade explícita (vejam o filminho de abertura no website da empesa). Segundo, a farsa publicitária também está em tentar criar uma conexão emocional com os consumidores americanos alicerçado no posicionamento Authentically Brasilian. Ora, o produto, lançado nos EUA em 2006, não é bem genuinamente brasileiro. Muito embora a cachaça seja produzida no Brasil, utilizando um processo artesanal e bi-destilada (pelos menos é o que diz a escassa informação disponível sobre esse produto); tanto o jovem empreendedor norte-americano, Matti C. Anttila, ex-analista que trabalhava no Brasil no banco de investimento J.P.Morgan, quanto a agência de publicidade são de Nova Iorque. É o caso clássico de start-up para enrolar gringos. E, ao que tudo indica, a estratégia parece estar funcionando. A cachaça divulgada em baladinhas caiu no gosto de algumas atrizes e socialites. Também, belas garrafas e rótulos, investimento pesado em comunicação apelando para fortes associações à imagem do Brasil no exterior e, por fim, um produto de qualidade duvidosa. Para não dizer que o pessoal não vende a Cabana Cachaça por aqui, segundo informações, ela é encontrada no Fasano e certas lojas em São Paulo e no Rio. Se é uma boa cachaça eu não sei, mas que a propaganda é apelativa isso ela é.

  • http://www.cabanacaipira.com eduardo verardo

    Cachaça esta associada a alegria, sol, festas, carnaval, samba, mulher e Brasil.. E esta marca de biquini me deixou com agua na boca, quero tomar uma agora.

  • claudio

    adorei amulher e cachaça , agora essa de americano dizer que o brasil só tem cachaça , futebol e mulher até concordo mas temos tbém políticos sérios como nossso Presidente um dos homens mais respeitados no mundo

  • critico II

    Quando é que a imagem feminina deixar de ser um rotulo para bebidas? Nao consigo entender qual a relaçao mulher – bebida alcoolica.

  • critico

    esse comercial é de cachaça ou de mulher pelada?

  • http://ornecom.blogspot.com Wilson P .O

    È sem duvida,um caso serio,essa historia de americano com cachaça,bebo as vezes,e gostei da materia,ainda mais com peça publicitária…resrsrs

  • José de Arimatéia

    Eu gostei, me deu vontade de passar a consumir cachaça…. ;-)

  • Hugo Frazetto

    Usando esses cliches é o fim. Estamos cansado do Brazil ser conhecido por essa imagem (futebol, mulher carnaval). Morei por 10 anos na Inglaterra e sei bem o que isso nos acarreta. Vamos divulgar outras coisas boas que o Brazil tem como, Ciclismo, tennis, embraer (para saberem que fabricamos sim avioes), filmes (nao os que mostram violencia e favelas – ouviu sr Walter Salles!?).

  • Carlos Alberto Pereira da Silva

    Quando tentamos levar o melhor em termos de qualidade,encontramos pessoas que apelam fazendo do rotulo a pornografia estampada para vender o produto.Vamos ter criatividade e expor o que temos de bonito em nosso Brasil.Desculpe a sinceridade e a honestidade,se o produtor conseguiu fazer um bom destilado pode chegar num blend espetacular e não precisa apelar.

  • Carlos Jahara

    Adoro cachaça e sou estudioso do produto a + de 5 anos. (Pingófilo hein….rs)
    Procurei essa pra comprar e nunca encontrei em lugar nenhum.
    Pelo jeito é uma Sagatiba da vida ( só tem marca e embalagem … mas no fundo é uma 51)

    • Marília de Mello Pereira

      Eu também curto cachaça, apesar de ser mulher e o pessoal não entender muito essa relação…
      É isso aí, eu gosto e pronto!!!
      Também pesquiso e nunca encontrei essa….
      Acredito que seja para valorizar…
      Seu sobrenome me soa familiar, você não estudou no Arquidiocesano?

  • kaka

    Por isso a mulher brasileira é tida como fácil para todos fora do país. Pois o próprio brasileiro, machista, acaba com a imagem de suas mulheres achando isso o máximo. Na verdade o máximo q fazem é acabar com a imagem de suas mulheres.

  • Yara

    Propaganda de EXTREMO mal gosto. Vergonhosa.

  • Talio de Paiva Esmeraldo

    É mais um marketing apelativo e estereotipado, apesar da boa qualidade das fotos. Mostra também aos brasileiros que não se mexem para divulgar nossos produtos tradicionais lá fora, tais como guaraná, café, pão de queijo, açaí, cajá, cupuaçú, manteiga de carité, óleo de dendê, queijos coalho e catupiry, palmito, castanhas de caju e do pará entre outros, vêm um gringo, faz e leva a grana e a fama. E assim como no caso do refrigerante de guaraná que eles imitam mas que, por enquanto, não sabem fazer igual, segue o caso da cachaça, já que temos marcas altamente vendáveis e de altíssima qualidade sem divulgação, e ainda não há estrangeiras que se comparem. Uma hora eles chegam lá e depois ainda patentiam e nos cobram royalties.

  • Marco Rezende

    Acho insultante e mais que apelativa, rídicula, a campanha da pseudo cachaça. Além de mentir sobre o produto, explora estereótipos que carmenmirandizam a imagem do Brasil. Adoro mulheres mas acho breguíssima, de quinta categoria, quando são transformadas em “bundinhas”. O anúncio é falso em tudo. Começa por “braSilian” com S, erro de ortografia muito ao gosdto dos americanos para se mostrarem íntimos, uma mulher que aposto que não é brasileira, e uma Cachaca que de cachaça não tem nada, confessam ser Rum no texto da Web.

    Proponho uma campanha pesada de emails contra os brain fag dos anunciantes.

    Matrco

  • Cristina

    Oiii

    Para saber se é boa, sugiro que vocês provem…a cachaça é claro!!! (rsss) Nós leitores ficamos no aguardo da avaliação e novas informações sobre o produto!!! Valeu

  • filipe

    Ex-analista do J.P.Morgan no Brasil… esse Matti deve ter tomado muita caipirinha por aqui. A sacada de lançar nos Estados Unidos uma marca de cachaça brasileira é realmente muito boa.

  • Andrea

    Puro clichê e de tremendo mau gosto! Só comentários masculinos elogiando, claro, enquanto nós brasileiras que vivemos no exterior passamos sempre por constrangimento! Quando um escuta que você é brasileira já acha logo que está no ramo da indústria sexual. Temos que parar com isso, o Brasil, assim como as brasileiras, têm muito mais a oferecer do que apenas clichês!

  • Bianca Brustolin

    Nossa…se vc não sabe que a propaganda é sobre a cachaça…
    acaba nem notando….hahahahaha

  • rodrigo leme

    Caros editores

    Taambém não sei se a referida cachaça “é da boa”. Mas as fotos o
    são, com certeza!
    A mim, as fotos, me passam a idéia de sensualidade. Nossas modelos costumam ser muito bonitos e são reconhecidos no exterior.
    ” Desculpem-me as feias, mas a beleza é fundamental” E põe beleza nisto.
    rodrigo

  • valdir

    Realmente são belas fotos. Marca de biquini… será que a modelo pelo menos é brasileira?

  • Pingback: Manalais - Propaganda, design, web e consultoria em estratégia