Achaval Ferrer Quimera 2002

Vinho Achaval Ferrer Quimera 2002Quem leu o post em comemoração ao primeiro ano do QVinho, talvez tenha percebido pela lista dos artigos mais populares, que os vinhos argentinos estão com tudo. Como não quero frustrar as expectativas dos nossos leitores, continuarei apresentando reviews de vinhos feitos pelos hermanos. Para os fãs da Malbec, tenho a dizer apenas uma coisa: provem os vinhos da Achaval Ferrer. Esse produtor é mestre em tirar o melhor dessa uva, sempre surpreendendo com vinhos ricos e opulentos, porém sem cair no lugar comum. É bom não esquecer que a Achaval Ferrer adota o estilo “bombadão” em seus vinhos, algo bastante criticado nos dias atuais, mesmo assim eles costumam impressionar pela complexidade.

O Achaval Ferrer Quimera é um dos meus vinhos favoritos da Argentina, sempre muito bem feito e original, um vinho que compete com grandes da Califórnia e de Bordeaux. Quando afirmo isso, não quero dizer que ele seja um Bordeaux Premier Cru ou um Opus One. Não é isso, imitações são chatas e desinteressantes, acho apenas que ele fica bem ao lado dos melhores.

Já havíamos provado o Quimera 2003, que surpreendeu com uma explosão aromática de tirar o fôlego, porém o feito não se repetiu com o 2002, que apresentou-se de maneira muito mais tímida. Fiquei surpreso com esse Quimera 2002, até mesmo em dúvida; será que a minha garrafa estava normal? Pelo menos não havia razão para não estar, o fato é que o vinho mostrou-se fechado no início da degustação. Depois de 2 horas de decanter começou a revelar alguns dos seus segredos. O Quimera 2002 é um corte de 38% de Malbec, 37% de Cabernet Sauvignon e 25% de Merlot. Cor rubi escura, dando poucos indícios de evolução. Nariz sutil e complexo; frutas negras e figos secos, além de notas de especiarias, cacau e algo mineral. Encorpado, taninos de qualidade muito boa, apesar do vigor ainda de juventude; talvez falte um pouco de acidez, mas o equilíbrio geral é muito bom. Final seco com persistência razoável. O Achaval Ferrer Quimera 2002 é um vinho de estrutura monolítica, que infelizmente deixou a desejar em intensidade aromática. Prefiro o Quimera 2003, mas quem tiver alguma garrafa dessa safra 2002, recomendo guardar por mais alguns anos.

Muito Bom
Vinho difícil, bastante estruturado e surpreendentemente jovem. Acho que o pessoal da Achaval Ferrer exagerou um pouco.

Grad. Alcoólica: 13,5%
Preço: R$170
Importadora: Expand

  • Pingback: Achaval Ferrer | QVinho

  • wilker medeiros

    é muito bom esse teu sait parabéns pelas irformações

  • http://www.qvinho.com.br Jomar

    Realmente, Roberto Cipresso e sua equipe mandam muito bem nessa bodega. O Malbec básico deles é sempre muito bom, tenho várias garrafas em casa. Considero um excelente exemplo do que é um bom Malbec. Quanto ao Quimera, é um dos grandes da América do Sul, merece o status que tem. Fiquei um pouco frustrado com o 2002, achei semelhante ao Afincado 2004 que é 2 anos mais jovem, por isso ainda considero o Quimera 2003 como o melhor Quimera que provei. Espero que as próximas garrafas sejam ainda melhores.

  • http://falandodevinhos.wordpress.com João Filipe Clemente

    Pessoal, agora vocês chegaram naquele que é um os meus preferidos no mundo viníco Argentino. Não só pelos vinhos, como pela comcepção de negócio. Um pessoal que começou fazendo vinhos top e depois “desceu”! Com isso criaram um patamar de qualidade comparativa, extremamente alto. Eu adoro o que eles fazem, porque conseguem unir potência, complexidade, harmonia e elegância o que não é nada fácil. Acho que o 2002 ainda pode esperar mais dois anos para atingir sua maturidade e daí para mais uns três anos quando atingirá seu apogeu. Eu tenho umas garrafas do 2004 na adega que pretendo abrir somente lá para 2010, a primeira garrafa, e depois uma a cada ano. São vinhos longevos. O Malbec “básico” dá para tomar um pouco antes, talvez a partir do próximo ano e é bem diferenciado. Enfim, vinhaço, para quem tem paciência e sabe esperar a hora certa do bote! Abraços

  • RAFAELA_QUEIROZ_GALVÂO

    Parabéns pelas Informações, criação e desenvolvimento do Site!!!!

  • http://www.beescott.com bee scott

    Muito bom poder aprender com vcs!
    Vinho é uma arte e é bom, você poder sair e escolher com propriedade um vinho gostoso sem se atrapalhar ou passar aperto na hora da escolha…Seria legal, sempre ter uma média de valores!

    Obrigada pelas dicas
    Bee