Familia Cassone

Foi durante a década de 90 que o vinho argentino, em especial da região de Mendoza, começou a chamar a atenção por sua qualidade e a ganhar espaço no mercado internacional. O trabalho desenvolvido por visionários como Nicolás Catena em prol da melhoria de qualidade do vinho argentino, refletiu beneficamente em todo o setor vitivinícola mendocino. Vinhedos e bodegas até então abandonadas foram redescobertas por empreendedores, muitos deles estrangeiros. Esse boom jogou o preço das terras nas alturas. As bodegas tradicionais, voltadas unicamente a produção de vinhos ordinários para o consumo interno, também não ficaram atrás. Para ganhar espaço no mercado externo elas apostaram em tecnologia de ponta e em consultorias renomadas. É nesse cenário efervescente dos final dos anos 90 que mais uma família redescobria o potencial de suas terras. Eduardo Cassone, um médico renomado da cidade de Mendoza, sua esposa Florencia e os filhos Eduardo José, Martín e Federico criaram, em 1998, a Bodega Familia Cassone.

Descendente de uma família de italianos que emigraram para a Argentina no século XIX, Eduardo reiniciou a atividade vinícola que seu pai havia começado na década de 50, construindo uma bodega e aproveitando a maior riqueza dessa pequena propriedade localizada no distrito de Mayor Drummond, em Lujan de Cuyo: vinhas antigas com mais de 90 anos. No contraponto dos grupos multinacionais e dos investimentos milionários, que hoje dominam o mundo do vinho, a Cassone representa o melhor estilo de uma típica bodega familiar. Nada de consultores estrela ou construções hollywoodianas. Apenas a dedicação de cada membro da família com a filosofia de produzir vinhos autênticos, mas ao mesmo tempo com um estilo moderno e com boa relação qualidade/preço.

Embora a produção seja artesanal, a tecnologia e o know-how para produzir vinhos de alta qualidade estão lá. O filho responsável pela produção dos vinhos, Federico Cassone, trabalhou alguns anos na Pine Ridge, no Napa Valley antes de assumir o projeto da família. E o bom resultado desse trabalho pode ser visto nas linhas de vinhos La Florencia e Obra Prima. Enquanto os primeiros são a pura expressão da fruta e muitos fáceis de beber, os rótulos Obra Prima e Coleccion mesclam complexidade e elegância, com um delicioso caráter frutado. Ainda bem que Federico aplicou seu conhecimento adquirido na Califórnia com muita sabedoria; seus vinhos são equilibrados e não pecam pelo exagero de carvalho e álcool. Acompanhados por Federico conhecemos as instalações e os principais rótulos da bodega; o local escolhido para a degustação não poderia ser mais apropriado para uma vinícola familiar, a varanda da casa da família que está no terreno anexo à bodega.

Finca La Florencia Chardonnay 2008 (R$38)

Proveniente de vinhedos localizados numa altitude de 1.100mts em Vista Flores, Tupungato, o La Florencia é um 100% Chardonnay que passou 4 meses em barricas de carvalho. Nariz mostrou uma boa expressão de frutas tropicais, mel e um sutil toque da madeira. Na boca tem boa estrutura e um fim de boca prolongado.

Finca La Florencia Malbec 2006 (R$35)

Para a produção do La Florencia Malbec foram utilizadas as uvas do vinhedo velho de Mayor Drummond. Com uma passagem leve de apenas 6 meses por carvalho de segundo e terceiro uso, o La Florencia Malbec apresentou um aroma intenso de frutas negras, cacau e um leve tostado. Taninos macios e uma estrutura razoável; o final também não desaponta. Um Malbec limpo que mostra boas qualidades para sua faixa de preço.

Finca La Florencia Merlot 2006 (R$38)

A partir das vinhas de Mayor Drummond também é produzido esse Merlot. Nariz fresco ressaltando frutas negras, café torrado e chocolate. Na boca sente-se uma maior presença herbácea e uma final razoável.

Obra Prima Reserva Malbec 2005 (R$68)

Um 100% Malbec com estágio de 12 meses em barricas de carvalho novo francês. Bouquet intenso mesclando ótima expressão de fruta com uma boa dose de elegância das notas emprestadas do carvalho. Aroma de frutas negras, figos maduros, cacau e um sutil toque tostado. Na boca é volumoso, com taninos aveludados de ótima qualidade, bem equilibrado com o álcool. Final delicioso e persistente, pronto para beber. Um Malbec muito bem acabado de excepcional relação qualidade/preço.

Obra Prima Reserva Cabernet Sauvignon 2005 (R$68)

Nariz com boa presença de frutas, como cassis e passas; madeira bem integrada. Na boca tem estrutura, porém os taninos ainda apresentam adstringência. Um bom Cabernet Sauvignon que precisará mais uns 2 a 3 anos para amaciar.

Obra Prima Coleccion Gran Reserva Malbec 2005 (R$ 148)

O vinho premium da Familia Cassone é um corte que leva predominantemente uvas Malbec (80%), e se não estou enganado, algo como 10% de Cabernet Sauvignon e 10% de Merlot. Um pouco tímido nos primeiros minutos, porém ao longo da degustação o Coleccion mostrou profundidade e complexidade. Bouquet intenso revelando notas de ameixas, figos secos e cacau. Algo floral, tipico de bons Malbecs. Um vinho bem equilibrado com estrutura robusta e taninos firmes. Certamente possui potencial para evoluir bem nos próximos 3 anos.

Importação: Obra Prima Importadora

Visitas:

A Familia Cassone está localizada no cruzamento das ruas Terrada e Anchorena, em Mayor Drummond, Luján de Cuyo. Para chegar lá é fácil, veja o nosso mapa:

Localização da Familia Cassone

* * *

Este post faz parte da série On the Road 2009. Clique aqui |+| para ler mais artigos sobre o Chile e a Argentina. Clique aqui |+| para ler sobre outras viagens dos editores.

  • Pingback: Vinhos bons e baratos - até R$40 | QVinho

  • http://www.minasfrios.com.br Sergio Pereira

    Realmente quem os provar terá agradável surpresa.
    Espero encontrá-lo mais vezes nas cartas de vinhos dos restaurantes brasileiros.
    Iniciamos recentemente a representação na cidade de PARATY-RJ, juntamente com o representante para o Estado do Rio.
    Em breve, também estará disponível em nossa loja.

  • http://www.obraprimaimportadora.com.br Karine Ivanovski Bresolin

    Boa tarde!! Interessantíssima a matéria do site… nós como importadores exclusivos dos vinhos e espumantes Finca La Florencia, vinhos Obra Prima Reserva e Collécion Malbec e espumante Obra Prima ficamos honrados pela matéria. Parabéns!! Karine

  • http://www.familiacassone.com.ar Federico Cassone

    Jackson, Jomar,
    Muchas gracias por tan agradables palabras y una alegría inmensa que los vinos les hayan gustado.
    Los esperamos siempre por aca.
    Saludos a todo Brasil y bienvenidos a Familia Cassone!

    Federico Cassone

  • cyrillode s. mothé filho

    São vinhos da mais alta qualidade. Só por uma questão de referêcia, o Obra Prima Gran Reserva 2005 mereceu do Robert Parker a nota
    94, o Finca LaFlorencia Merlot, Cab. Sauvignon e o Malbec notas 88, o Obra Prima Malbec Reserva, nota 91. Quem os experimentar terá momentos de boas surpresas!