Terrazas de Los Andes Afincado Malbec 2004

Terrazas de Los Andes Afincado Malbec 2004Degustar grandes vinhos em sua fase de juventude nem sempre é uma tarefa fácil. Geralmente a linha que separa esses vinhos de outros também muitos bons, que custam a metade do preço, pelo menos nessa fase da vida, pode ser muito tênue. Não podemos esquecer que as modernas técnicas de enologia além de aumentarem a qualidade dos vinhos, conseguiram deixa-los mais “prontos para o consumo” num espaço menor de tempo. Isso quer dizer, pelo menos na maioria das vezes, que não precisamos aguardar 10, 15 ou mais anos para apreciar um excelente vinho. Por outro lado, muitos consumidores reclamam da padronização, ou seja, da falta de personalidade de certos vinhos, mas isso é outra história. Antes de comentar a degustação do Afincado preciso esclarecer que mesmo sabendo que se trata de uma safra ainda jovem resolvi avaliar sua evolução. Felizmente ainda me restam outras duas garrafas dessa mesma safra. Assim como outras bodegas argentinas que resolveram apostar alto em rótulos premium de single vineyard, ou seja, um vinho produzido com uvas de um único vinhedo, a Bodega Terrazas de los Andes produziu com maestria seu Afincado. Além do Malbec também faz parte dessa linha o Afincado Cabernet Sauvignon, ambos provenientes das melhores parcelas de suas propriedades na região de Mendoza. Trabalhando com uma produtividade mínima (2,7 a 3,0 toneladas/acres), a proposta da Terrazas é extrair a expressão máxima de cada varietal. É de vinhedos com mais de 75 anos, situados a uma altitude de 1.067 m, da Finca Las Compuertas, Vistalba, que nasce o Afincado Malbec. Um vinho que já impressiona ao primeiro contato. Cor rubi escura e um halo levemente violáceo, repleto de lágrimas untuosas e muito tingidas que denunciam toda a sua jovialidade. Seu bouquet é intenso e muito persistente desde os primeiros instantes. Os aromas evocam o frescor de frutas vermelhas como cerejas e framboesas, acompanhado de um leve toque de anis. O amadurecimento de 18 meses em carvalho francês é muito elegante, e consegue preservar extraordinariamente a frutuosidade e personalidade do vinho. Na boca é amplo, vigoroso, embora os taninos ainda evoquem uma certa dureza. Final longo e extremamente agradável. Em resumo, o Afincado Malbec confirma toda a classe dos vinhos da Terrazas de Los Andes, e mostra todo seu potencial para aprimorar-se ao envelhecer. Acredito que no mínimo mais 4 anos de envelhecimento sejam necessários para este vinho atingir o seu ápice.

Excelente
Malbec com muita fruta e potência. Certamente precisa de tempo para mostrar a sua classe.
Grad. Alcoólica: 14%
Preço: R$ 190
Importadora: LVMH

  • CARLOS ALBERTO MACEDO

    POSSUO UMA CX DE 6 GARRAFAS DO TERRAZAS DE LOS ANDES GRAND MALBEC 1999.
    COMPREI EM 2007 NA CIDADE DE CÓRDOBA, ARGENTINA.
    AINDA ESTPA LACRADA.
    QUAL O MOMENTO CERTO APRA DEGUSTAR ESTE VINHO?
    GRATO.
    CABEH

  • Pingback: Manuel Louzada fala do seu trabalho como enólogo da Terrazas de los Andes

  • Pingback: Almoço promove lançamentos da Terrazas de Los Andes | QVinho - Blog de vinhos, gastronomia e espresso

  • Waldir de Jesus Barboza

    Bom dia,
    Sou aluno do curso de administração de empresas com enfase em Comercio Exterior, da Faculdade MaxPlanck, situada na cidade de Indaiatuba-SP, temos que montar uma apresentação sobre importação de vinhos e escolhemos a vinicula TERRAZAS, pela reputação de ser um produto de aceitação boa no Brasil.
    Gostaria de saber se é possível informar, brevemente, quais os caminhos para importação o custo médio do produto, os impostos incidentes e o preço médio praticado no Brasil.

    Desde já agradeço, atenciosamente.

    Waldir

  • Pingback: Manuel Louzada fala do seu trabalho como enólogo da Terrazas de los Andes | QVinho - Vinhos e Gastronomia

  • http://www.qvinho.com.br Jackson

    Caro Gustavo,

    De modo geral os vinhos argentinos chegam ao Brasil com preços muito competitivos, auxiliados pelo baixo custo do frete rodoviário, pelos benefícios tributários do regime do Mercosul, pelo câmbio favorável etc. Assim um vinho argentino tem um preço final muito mais baixo que um rótulo da mesma categoria de países como a Austrália, a Africa do Sul, a Itália e os EUA. Porém, alguns distribuidores, varejistas e restaurantes exageram na hora compor a sua margem, e aí observamos certos absurdos. Segundo a LVMH, o preço sugerido no varejo para esse vinho aqui no Brasil seria de R$190, mas o que vemos nas lojas é R$230, R$250 ou até mais! Acredito que o vinho poderia chegar com preço até um pouco abaixo de R$190.

  • Gustavo

    Tenho 4 garrafas deste vinho compradas em minha última viagem à Argentina. Já tomei uma e achei que com uns 4 anos de guarda ele vai ficar excepcional. Por lá paguei cerca de 130 pesos cada garrafa (aproximadamente R$ 85). O que torna os vinhos Argentinos tão caros por aqui?

  • Thiago

    Já tive a oportunidade de provar o Afincado de outras safras, e para mim fica claro o potencial de guarda desse vinho.

  • Moacir Gonçalves

    O vinho é muito bom!!! Já pedi num restaurante. O problema foi o preço: quase R$300! Assim fica difícil. Abraço

  • Maurício

    A Terrazas acertou com o Afincado, pois embora ele precise de mais tempo para atingir sua plenitude, ele já demonstra maciez e refinamento. Mas, sem dúvida nenhuma, o Afincado é um ótimo vinho!

  • http://www.qvinho.com.br Jomar

    Cuide bem das suas garrafas, pois vale a pena esperar por esse vinho. Quanto a sua pergunta, aqui já existe uma boa resposta:

    http://www.qvinho.com.br/variedades/qvinho/blog-completa-3-meses-de-sucesso/#comment-409

    Já publicamos a degustação de excelentes vinhos franceses, italianos e portugueses. Ainda que sejam poucos, mas foram bons vinhos que tiveram uma procura muito pequena (baixa popularidade). Confira a popularidade dos nossos artigos na relação “Artigos mais Populares”, abaixo do tabela de classificação.

    Continue acompanhando o QVinho que em breve apresentaremos novidades de outros países.

  • http://guimarob.wordpress.com Roberson Guimaraes

    Ainda tenho em casa uma garrafa do finho que precedeu o Afincado. No caso o Terraza de los Andes Gran Malbec, safra 1999. Já com 8 anos de garrafa está no auge. Aromas defumados e na boca os tais sabores nobres: trufas, couro, chocolate amargo. Um vinho maravilhoso. Estou com uma caixa desse Afincado na adega. Ainda nã abri nenhuma garrafa. Se seguir a qualidade de seu predecessor promete muito.

    Uma perguntinha: tenho acompanhado o QVinho com muito deleite. As críticas são muito boas e sempre sensatas. Mas noto a predileção pelos vinhos sul-americanos. Não degustas vinhos de outros países produtores. ?

    Grande abraço,

    Roberson.