Viña Casablanca – Nimbus Estate Sauvignon Blanc 2006

Vinho chileno da Viña Casablanca - Nimbus Estate Sauvignon Blanc 2006Frequentemente os leitores do QVinho questionam os exageros do vinho moderno. Principalmente quando o mesmo provém do chamado Novo Mundo. Os principais fatores discutidos dizem respeito aos excessos: de álcool, de carvalho e de fruta muito madura. Realmente, sobram sensações adocicadas e faltam aquelas de complexidade e sutileza. Em contrapartida, temos acesso a vinhos brancos muito interessantes que fogem a esse padrão, principalmente vindos do Chile e de Portugal. Curiosamente, os brancos não despertam muito interesse. Os brasileiros ainda não aprenderam a apreciar os vinhos brancos, quase sempre renegados a um papel secundário, fato injustificável! Você gosta de comer sempre a mesma coisa? Por melhor que seja o prato, inevitavelmente vamos enjoar, com o vinho é a mesma coisa. Se o caro leitor for uma dessas pessoas que não curte muito um branco, aconselho variar o cardápio, deixe os tintos de lado e descubra o fascinante encanto dos brancos.

Com esse frio danado, talvez algumas pessoas achem estranho eu recomendar um vinho branco. Explico melhor, existem alguns pratos típicos do inverno que ficam ótimos acompanhados de um bom branco, entre eles, o tradicional fondue de queijo.

Provei recentemente o Nimbus Estate Sauvignon Blanc 2006 que não decepcionou com o Fondue. Resultado de primeiríssima linha! O Nimbus é produzido pela Viña Casablanca — uma divisão da conhecida Santa Carolina — que tem produzido excelentes brancos, graças ao terroir favorável dos vinhedos do Vale de Casablanca. Possui cor palha. Aroma intenso lembrando frutas cítricas de todos os tipos, notas herbáceas discretas e sutil toque mineral. Corpo médio com acidez refrescante. Excelente final de boca, com persistência surpreendente. O Nimbus Estate Sauvignon Blanc 2006 é uma ótima opção na sua faixa de preço, consegue reunir qualidades louváveis, muitas vezes encontradas apenas em vinhos mais caros.

Excelente - Best Buy
Sauvignon Blanc intenso e gostoso. É muito versátil a mesa, sempre vai bem com frutos do mar e peixes.

Grad.Alcoólica: 13,5%
Importadora: Porto a Porto / Casa Flora
Preço: R$48

  • Pingback: Receita: Atum grelhado ao molho de ervas

  • Pingback: Viña Casablanca - Nimbus Estate Sauvignon Blanc 2006 | Casa Flora

  • Fernando Santana

    Jomar, coincidentemente ganhei de presente ontem de um amigo representante da Casa Flora o Châtaeu Doisy-Daene Sec e não vejo a hora de degustà-lo.

    Pela magnitude tens alguma indicação para armonização? Geralmente este vinhos prefiro algo muito leve para não perder as sensações dos maravilhsos exemplares como é o supracitado.

    Abraços

  • http://www.qvinho.com.br Jomar

    Caro Rodrigo, prove os vinhos indicados pelo Jackson e pelo leitor Fernando. Tenho certeza que você não irá se decepcionar.

    Recomendo também o Château Doisy-Daëne Sec, ainda mais interessante que o Reynon:

    http://www.qvinho.com.br/vinhos/franca/denis-dubourdieu-visita-o-brasil-e-apresenta-seus-vinhos/

  • Fernando Santana

    De fato, concordo que os brancos do novo mundo são muito parecidos. Principalmente os Sauvinon Blanc e Chardonay… Confesso que tenho fugido bastante deles uma vez que degustei vários, mas vou seguir a vossa orientação dos indicados incluindo os provados no encontro Mistral.

    Mas quero deixar um relato de um que degustei ontem para comemorar o dia dos namorados com minha esposa, O Chateau Reynon 2006… Realmente FANTÁSTICO, foram maravilhosas sensações a cada gole bastante diferente dos blancs do novo mundo

    Abraços

  • rodrigo leme

    Qual a origem da designação “vinho branco”?
    Na verdade o vinho não é de côr branca, na análise visual é incolor, ou ligeiramente amarelo, ou tem tons levemente
    esverdeados, côr de palha…
    Com raras exceções, eles parecem água aromatizada, aromas eles
    os tem, bouquet, nem todos.
    Não é uma experiência decepcionante. tomar um vinho branco?
    rodrigo

  • Mariana

    O Nimbus é muito bom, outras duas opções de Sauvignon Blanc que já tomei e indico são: Los Vascos Sauvignon Blanc 2007, está fresco, cheio de frutas cítricas, principalmente maracujá, mel, muito gostoso e Villard Expression Reserve Sauvignon Blanc 2005, também ótimo. Experimentem tomar estes vinhos com um queijo de cabra francês ou com o nacional Paulo Capri (embalados à vácuo), quem conhece, sabe que é uma combinação mais do que perfeita.
    Só para fechar com chave de ouro, quem tiver oportunidade e um pouco mais de dinheiro, experimentem o famoso Cloudy Bay Sauvignon Blanc neozelandês. Este vinho “abriu” a Nova Zelândia para o resto do mundo, mostrou quem é a Nova Zelândia e seus deliciosos e caros Sauvignon Blanc e Pinot Noir. Abraços

  • http://www.manalais.com.br/blog Jemon

    O Nimbus é um vinho muito agradável de tomar. Gostei dos aromas joviais deste vinho.

  • http://www.qvinho.com.br Jackson

    É verdade Bianca, vale pena fazer novas incursões, principalmente no terreno dos vinhos brancos. Recomendo também os chilenos Casa Lapostole Sauvignon Blanc 2006 e Viña Montes Sauvignon Blanc 2006 que provei essa semana no Encontro Mistral. Quanto ao Casas del Bosque ainda não provei, mas pode deixar Rodrigo vou incluir em nossa pauta de degustações.

  • Rodrigo

    Caros amigos ,

    O Chile,com suas diversas zonas produtoras,produz vinhos de todos os tipos,mas em se tratando de brancos,com destaque para os vales de “casablanca” ,”leyda” e “san antonio”,que possuem manhas frias e cobertas de nevoa,a qualidade vem sempre crescendo.Com a uva “sauvignon blanc”,o resultado é ainda melhor,e é praticamente certo encontrar boa qualidade em vinhos dessa regiao,de preferencia os mais jovens,sem madeira,de 2005 para cá!O “casas del bosque” e os da vina “Matetic” sao excelentes!

  • Bianca Brustolin

    Bom dia !
    Que bom você escrever sobre o vinho branco…Sabe Eu e o Marcello somos bem ecléticos quanto a vinho…tinto, branco…adoramos conhecer novos vinhos. Mas quando saímos para jantar com mais casais não sei pq sempre acabamos pedindo um viho tinto seco. hehe.. Particularmente eu adoro o Argentino Branco Bodega Norton Cosecha Tardia Dulce Natural …( claro também não provei tantos assim né…claro que deve ter melhores)…mas esse sempre temos em casa hehe…Beijos