Chandon Brut Rosé

Vinho espumante Chandon Brut RoséAs festas de final de ano já passaram, mas o nosso verão está apenas iniciando. Assim, continuaremos nossa saga de provas de vinhos brancos, rosados e espumantes; seja para embalar comemorações, aperitivos ou para harmonizar com refeições. Nesses últimos tempos tenho acompanhado a tendência de alta no consumo dos vinhos tranqüilos e borbulhantes rosados. As importadoras não mediram esforços para trazer novidades de diversas regiões produtoras, inclusive dedicando seções especiais nos catálogos para a venda dos vinhos rosados. Até mesmo os produtores nacionais lançaram rótulos para atender essa demanda crescente. Em meio a esse turbilhão de novidades resolvi dar uma espiadela, e conferir em que pé anda esse tema em nossa mídia impressa especializada. Confesso, entretanto, que ao ler os comentários e sugestões de compra para vinhos rosés, só aumentou a minha percepção quanto à mesmice do conteúdo; notadamente quanto ao viés de release comercial que permeia nossas publicações. Então, lembrei-me porque, há um bom tempo, deixei de lado esse tipo de leitura. Contudo, curioso, resolvi investigar com um pouco mais de atenção esses vinhos, a começar pelo espumante Chandon Brut Rosé e, na seqüência, com a degustação às cegas num painel de rosados não borbulhantes.

Vale destacar que até mesmo na França os bruts rosés estão longe de rivalizar com os tradicionais bruts, sejam eles vintages e non-vintages. Está certo, alguns Champagnes Brut Rosé, principalmente os safrados, conseguem destacar-se pela qualidade realmente superior. É o caso de alguns exemplares vintage da própria Maison Moët & Chandon, como o Champagne Brut Rosé Cuvée Dom Pérignon. Para não ficar de fora, a Chandon de Garibaldi lançou um Brut Rosé, produzido a partir de um assemblage das uvas Pinot Noir, Chardonnay e Riesling Itálico. Com uma bela cor salmão esse espumante apresentou boa espumatização com borbulhas finas e em quantidade razoável, porém não muito duradouras. Aroma pouco intenso com leve frutuosidade, talvez evocando morango. Na boca é ligeiro, final curto e levemente adocicado, tendo em vista o elevado percentual de açúcar residual. Talvez por isso, agrade mais os iniciantes e menos habituados aos tradicionais bruts. Longe de empolgar esse espumante rosé é uma pálida imagem do que poderia se esperar de um vinho desse tipo.

Bom
Sem brilho, o Chandon Brut Rosé mostrou pouca refrescância e frutuosidade. Acredito que a Chandon tenha outros rótulos que com uma proposta similar consigam oferecer muito mais pelo mesmo valor.

Grad. Alcoólica: 11,9%
Preço: R$45

  • GISELE

    BOM,PARA MIM QUE GOSTO DE BEBIDAS DOCES, QUAL O MELHOR CHANDON?

  • Cabeça

    Realmente, tambem fiquei decepcionado ao abrir uma tambem. Vou experimentar o Excelence. O Jackson resumiu tudo muito bem.

  • http://www.qvinho.com.br Jackson

    Andrea e Carlos,

    Faz um bom tempo que não bebo o Chandon Passion, mas pelas minhas impressões do passado posso dizer que não é um espumante que mereça muita análise, assim como esse Rosé.

  • Carlos Rodrigues

    Para acompanhar a pergunta da companheira Andrea, qual a avaliação de vocês sobre o Chandon Passion?
    Grato,

  • ANDREA

    O CHANDON PASSION É MELHOR QUE O ROSÉ BRUT?

  • Sheila

    Adoro chandon…so apreciei ate hj o brut, gostaria de saber qual da linha tem um sabor mais adocicado….
    E qual o melhor lugar para comprar aqui em SP>
    Obrigada

    • http://www.qvinho.com.br Jackson

      Sheila, se não estou enganado é o Chandon Passion. Agora não sei te dizer quem tem o melhor preço aí em SP, o negócio é pesquisar em algumas lojas, inclusive na internet.

      Abraço

  • http://www.qvinho.com.br Jackson

    Espumante tinto? Não. Apesar de utilizarem uvas tintas o resultado, no máximo, é um rosé.

  • marco

    A chandon tem vinho espumante tinto?

  • http://www.qvinho.com.br Jomar

    Não, a Chandon produz apenas vinho espumante.

  • Roberto Sousa Lima

    Prezados senhores.
    Existe vinhos tradicionais (não-espumante)Chandon?
    Roberto Sousa Lima

  • Roberson

    Esse Chandon Rosé é bem fraquinho.
    Da Chandon bom mesmo é o Excelence. Um espumante digno e melhor que a maioria dos rivais sulamericanos.

  • Fernanda

    É verdade, já tomei espumantes melhores da Chandon. Inclusive um que vocês provaram, o Excellence que de fato é muito bom! Agora esse Rosé deixou a desejar.

  • http://www.daminhacozinha.blogspot.com Suzie

    Viva Rosé!

  • http://www.espressa-mente.blogspot.com espressa-mente!

    concordo, bebi este espumante na noite de ano novo…
    ao abrir a garrafa sem propriamente “estoura-la” como pede uma noite de ano novo..fui o primeiro a beber…tive a nítida sensação de estar bebendo um sprite rose…muito gaseificada, senti gosto de framboesa..tudo isso emoldurado por um tom rosé pálido. ainda bem, que paguei R$ 34,xx pela garrafa.