Crozes Hermitage Les Jalets Paul Jaboulet Aîné 2003

Vinho tinto Syrah do Rhône Paul Jaboulet Aîné Crozes Hermitage Les Jalets 2003Paul Jaboulet é sem dúvida um dos grandes nomes do vinho. Um produtor de prestígio, basta lembrar o seu mítico Hermitage La Chapelle 1961, sempre na lista dos melhores tintos mundiais. É claro que a proposta do Les Jalets é bem mais simples, mesmo assim, é um vinho muito bom que oferece a distinção típica da Syrah (acredito que seja o terroir do Rhône), mas por um preço bem mais acessível. Apresentou cor rubi com leve transparência e lágrimas de persistência média. Nariz fresco com frutas vermelhas discretas, lembrando aguaceiro, borracha nova e especiarias. Pouco corpo, com taninos indóceis e acidez viva. Final seco e de boa persistência. Esse Crozes Hermitage é muito bem feito, mesmo não sendo muito encorpado, mostrando o excelente terroir do Vale do Rhône. Bebedores acostumados com vinhos argentinos ou chilenos, nessa mesma faixa de preço, maturados em barricas novas, vão estranhar a adstringência do Les Jalets. O Crozes Hermitage Thalabert é outra boa opção de Paul Jaboulet, oferecendo mais densidade e complexidade, mas o preço elevado nem sempre compensa.

Muito Bom
Crozes Hermitage nada monótono. A indolência é sempre um traço característico de um bom Syrah.
Grad. Alcoólica: 12,5%
Preço: R$75
Importadora: Mistral